Katy Perry retorna com um pop divertido “Woman’s World”

Katy Perry retorna com vigor ao lançar “Woman’s World”, um pop divertido e feminista que inaugura seu sexto álbum de estúdio “143”, apresentado nesta quinta-feira (11).

Com o título fazendo referência à expressão “I (1) Love (4) You (3)”, o álbum será lançado em 20 de setembro, coincidindo com a apresentação de Katy Perry no festival Rock in Rio, no Brasil.

Segundo a revista Rolling Stone, Katy está colaborando com os renomados produtores Dr. Luke e Max Martin neste projeto inovador.

“Katy tinha uma visão clara do álbum que queria criar e reuniu essa equipe para torná-lo realidade”, afirmou uma fonte próxima da gravadora da artista à publicação.

Kylie Minogue, Bebe Rexha e Tove Lo lançam o perfeito single pop “My Oh My”

De olho no topo das paradas de verão, as cantoras Kylie Minogue, Bebe Rexha e Tove Lo lançaram, nesta quinta-feira (11), um novo single. “My Oh My” foi divulgado intensamente nas redes sociais e destaca o que cada artista faz de melhor: criar músicas de amor dançantes e cativantes.

Minogue, a veterana do grupo, não só lidera a colaboração, mas também demonstra seu domínio nas métricas das plataformas de vídeos curtos, entregando mais uma vez um potencial hit viral. Ouça agora!

Embora Bebe Rexha seja uma adição nova, esta não é a primeira vez que a australiana Kylie Minogue colabora com Tove Lo. Em 2019, elas gravaram “Really Don’t Like U”, uma das melhores faixas do álbum “Sunshine Kitty”, embora não tenha sido lançada como single.

O mais recente trabalho da popstar australiana é o LP “Tension”, lançado no final de 2023, que também marcou sua residência em Las Vegas. Até o momento, não há informações sobre um possível videoclipe estrelado pelo trio.

Mariah Carey fica sabendo de sucesso no Brasil: “Vou ter que cantar quando estiver aí.”

Os shows de Mariah Carey no Brasil estão cada vez mais próximos. Nesta terça-feira (9), através do X (antigo Twitter), ela foi informada de que a música “I Want To Know What Love Is” recebeu o certificado de Diamante no país, indicando vendas superiores a 250 mil cópias.

Em seu perfil, Mariah fez questão de comentar: “Se isso aconteceu, acho que vou ter que cantá-la quando estiver aí.”

Lançada em 2009 como single do álbum “Memoirs of an Imperfect Angel”, a música ganhou ainda mais popularidade no Brasil ao fazer parte da trilha sonora da personagem Luciana (interpretada por Alinne Moraes) na novela “Viver a Vida”, penúltima trama de Manoel Carlos.

Embora a gravação original seja do grupo britânico-americano Foreigner, em 1984, Mariah Carey trouxe sua interpretação única que ressoou fortemente no público brasileiro.

A popstar desembarcará em breve para duas apresentações marcantes no Brasil. No dia 20 de setembro, ela se apresenta em São Paulo, no Allianz Parque, onde os ingressos já estão esgotados. Dois dias depois, em 22 de setembro, Mariah segue para o Palco Sunset do Rock in Rio, que nesta edição terá o mesmo destaque do tradicional Palco Mundo.

Uma versão de “CHIHIRO” de Billie Eilish com Duda Beat e Mulú

Via Instagram, a cantora Duda Beat e o produtor Mulú anunciaram o lançamento de uma MTG com o hit “CHIHIRO”. A faixa, uma composição dos irmãos Billie Eilish e Finneas, faz parte do LP “Hit Me Hard And Soft”, disponível em streaming desde junho.

O MTG, uma vertente do funk de Belo Horizonte que cria novos sons através de colagens musicais e referências, ganhou destaque com essa adaptação. Anteriormente, Eilish expressou desagrado com a ideia após a faixa viralizar. Duda e Mulú então propuseram à gravadora da artista uma versão com seus vocais, que foi aceita.

Procurada pelo Papelpop, a assessoria de Duda Beat informou que o lançamento oficial está próximo e será realizado por um selo norte-americano no exterior.

No LP mais recente de Eilish, os fãs têm acesso a temas como relações fracassadas, dismorfia corporal, depressão e fama, explorados sob uma perspectiva madura que continua a narrativa da autora.

Duda Beat, por sua vez, está divulgando o álbum “Tara & Tal” durante sua turnê. Em suas músicas, ela aborda temas como desilusões amorosas, explorando estilos como brega, house e reguetón, refletindo um momento autocentrado e sem espaço para insatisfações.

Não perca essa novidade!

Shakira se apresentará no encerramento da Copa América 2024, que será realizado em Miami.

A organização da Copa América, o principal torneio de futebol das Américas, anunciou que a cantora colombiana Shakira será a atração musical da cerimônia de encerramento. O evento ocorrerá em 14 de julho no estádio Hard Rock, em Miami.

No Brasil, o jogo será transmitido ao vivo pela TV Globo. O estádio em questão foi o mesmo onde Shakira se apresentou no intervalo do Super Bowl em fevereiro de 2020, ao lado de Jennifer Lopez.

Até agora, os detalhes da setlist ainda são desconhecidos, mas é esperado que Shakira apresente, entre outros sucessos, a faixa “Puntería”, sua colaboração com Cardi B escolhida como música oficial do evento.

Atualmente morando em Miami, Shakira está aproveitando o sucesso de seu álbum “Las Mujeres Ya No Lloran” (2024). Além de sua carreira musical, ela está focada nos cuidados com a família, especialmente seu pai, que enfrenta problemas de saúde delicados. A cantora também está nos preparativos para sua próxima turnê, que começará em novembro, e as datas na América Latina devem ser anunciadas em breve.

Katy Perry, em novo teaser junto com amigas, apresenta “Woman’s World”

Katy Perry usou suas redes sociais nesta terça-feira (09) para divulgar mais um teaser de “Woman’s World”, o primeiro single de seu sexto álbum de estúdio.

O novo vídeo mostra a popstar em um visual com as cores da bandeira dos EUA, manuseando materiais de construção e desfrutando de um momento descontraído com amigas no topo de um prédio.

 

“Woman’s World” promete ser uma celebração do poder feminino e chegará às plataformas digitais nesta quinta-feira (11), marcando o início do aguardado novo álbum de Katy Perry.

Ainda sem título ou data de lançamento confirmados, o projeto contou com a colaboração dos renomados produtores Dr. Luke e Max Martin, como revelado pela revista Rolling Stone.

Segundo fontes próximas à gravadora da cantora, Katy teve uma visão clara do álbum que desejava criar e reuniu uma equipe de peso para tornar essa visão realidade.

Fiona Apple, Janet Jackson, Cher: dez divas veteranas que ainda aguardamos ansiosamente no Brasil

No último mês, o astro Paul McCartney anunciou que retornará ao Brasil em outubro para uma rodada final de apresentações da turnê “Got Back”. No ano passado, ele também fez paradas no país com o mesmo espetáculo em cidades como Belo Horizonte, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro.

Embora veteranos como Paul sejam sempre bem-vindos, outros nomes como Coldplay e Bruno Mars têm se tornado presença constante em line-ups e cartazes. Bruno Mars, por exemplo, quebrou o recorde de artista internacional que mais vezes tocou no país com a mesma turnê: serão 15 shows pelo Brasil.

Com tantos artistas e bandas formadas por homens desembarcando, surge a dúvida: quais são as musas que, por uma razão ou outra, nunca pisaram no Brasil? Opções não faltam!

O intuito deste texto não é gerar qualquer tipo de hate aos queridos artistas masculinos, mas sim refrescar a memória dos potenciais contratantes. Estamos ansiosamente esperando o momento em que as divas vão nos notar!

 

Fiona Apple

Tudo estava certo para Fiona Apple chegar ao Brasil no final de 2012, com shows no Rio, em São Paulo e Porto Alegre. No entanto, sua cadela Janet, de 14 anos, estava lutando contra um tumor no peito. Dias antes da viagem, a saúde do animal se agravou, e Fiona, que tem uma relação extremamente afetiva com seus animais de estimação, cancelou todas as datas da turnê latino-americana para ficar com ela.

Foi um trauma para os fãs, mas por uma causa nobre. Recentemente, Apple revisitou o episódio em uma entrevista e afirmou que gostaria de compensar os fãs brasileiros. Ver a artista ao vivo é raro, mesmo em tempos de calmaria. Seu último disco, “Fetch the Bolt Cutters” (2020), foi aclamado mundialmente e venceu Grammys, mas não foi apresentado em turnê. Quem sabe na próxima?

 

Cher

Nome mais emblemático desta lista, Cher faz parte de um panteão de grandes divas, mas nunca fez uma turnê no Brasil. Ela esteve no país em 2015, participando de um evento beneficente contra AIDS/HIV, mas foi só uma breve aparição.

Em uma entrevista à Veja, ela foi questionada sobre por que sua turnê não incluiu o Brasil, e a resposta foi: “Nunca imaginei que tivesse fãs no Brasil”. Agora que sabe, seria maravilhoso recebê-la para celebrar seus vários hits.

 

Mary J. Blige

Mary J. Blige, conhecida como a rainha do hip hop soul, nunca esteve no Brasil, apesar de suas inúmeras turnês desde 1989. Seu álbum “What’s the 411?” foi um sucesso imediato mundialmente, mas isso não a trouxe para cá.

Seu mais recente álbum, “Good Morning Gorgeous” (2022), foi bem-recebido pela crítica. Motivos e demanda não faltam, então será que o problema está no cachê?

 

Janet Jackson

Celebrada mundialmente, Janet Jackson nunca se apresentou no Brasil. Desde seu primeiro show solo em 1990, ela tem no currículo apresentações grandiosas que fariam jus a qualquer capital brasileira.

Seus dois espetáculos mais recentes foram em 2019, celebrando os 30 anos do álbum “Rhythm Nation”, e em 2023, com a turnê “Janet Jackson: Together Again”. Até o momento, são 95 shows agendados até outubro deste ano. Quem sabe os planos não mudam?

 

Céline Dion

Recentemente, Céline Dion prometeu se esforçar para vencer os desafios da síndrome da pessoa rígida, que a afastou dos palcos. Sua batalha para cantar pode ser vista no documentário “Eu Sou: Céline Dion”, exclusivo do Prime Video.

Até agora, a maneira mais fácil de ver a diva ao vivo foi em Las Vegas, onde teve uma residência de longa data. Há rumores de que ela estuda um retorno triunfal, e uma turnê mundial não está fora de questão. Vamos sonhar!

 

Kate Bush

Kate Bush tem uma carreira impressionante, começando nos anos 1970 com total liberdade criativa. No entanto, a fama a assustou, e ela fez poucas apresentações ao vivo.

Sua única turnê, “The Tour of Life”, foi em 1979 no Reino Unido. Em 2014, ela fez uma breve residência no Hammersmith Apollo em Londres. Nem mesmo o recente sucesso de “Running Up That Hill” em “Stranger Things” a fez sair de casa. Quem viu, viu!

 

Joni Mitchell

Joni Mitchell, uma das maiores compositoras femininas, nunca esteve na América do Sul, apesar de longas turnês pelos EUA e Canadá.

Aos 81 anos, Mitchell já superou planos de aposentadoria e um AVC, e está de volta aos palcos em apresentações esporádicas com Brandi Carlile. Seria lindo vê-la desembarcando no Brasil.

 

Thalia

Embora Thalia tenha vindo ao Brasil para divulgar suas novelas, nunca se apresentou em turnê. Suas apresentações são raras, com um hiato de 9 anos entre duas de suas últimas turnês.

Em 2023, ela expressou vontade de voltar ao Brasil com um show completo, mas por enquanto, isso permanece no campo das idealizações. Sua última turnê foi em 2019.

 

Carole King

Carole King, autora do icônico “Tapestry” (1971), teve menos projeção no Brasil. Influenciando artistas como Fiona Apple e Taylor Swift, que já a homenageou, ela nunca se apresentou aqui.

Taylor cantou “Will You Still Love Me Tomorrow” durante a introdução de King no Hall da Fama do Rock, uma canção que não poderia faltar em um eventual show no Brasil.

 

Siouxsie Sioux

Influência máxima para artistas como Shirley Manson (Garbage), Siouxsie Sioux é uma ótima escolha para festivais no Brasil. Líder do Siouxsie and the Banshees, ela moldou o rock e voltou aos palcos em 2023.

Por enquanto, seus shows estão limitados ao Reino Unido e Irlanda. As chances podem ser pequenas, mas seus discos icônicos, como “Juju” (1981) e “Mantaray” (2014), merecem ser lembrados.

Sabrina Carpenter vende todos os ingressos para a turnê antes mesmo do lançamento do disco.

Todos os shows confirmados da nova turnê “Short n’ Sweet Tour” de Sabrina Carpenter pelos Estados Unidos esgotaram seus ingressos. A cantora comemorou o feito nesta quinta-feira (04) em suas redes sociais, agradecendo aos fãs: “Muito, muito obrigada a todos vocês! Mal posso esperar para encontrá-los na estrada”.

A série de apresentações terá início em setembro e marca o apoio ao álbum inédito “Short n’ Sweet”, previsto para chegar às plataformas digitais em 23 de agosto, sucedendo o álbum “E-mails I Can’t Send” de 2022.

Até o momento, a única faixa conhecida do projeto é “Please Please Please”, lançada em junho e que alcançou o topo da Billboard Hot 100. O single também ganhou um videoclipe estrelado pela artista ao lado de seu namorado, o ator Barry Keoghan.


Ainda não há planos para incluir o Brasil na rota da “Short n’ Sweet Tour”. Sabrina Carpenter esteve no país pela última vez em novembro de 2023, quando abriu a “The Eras Tour” de Taylor Swift, com shows no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Lana Del Rey e Quavo aparecem em clima de romance no clipe de “Tough”. Venha conferir e saber mais.

“Tough” chegou nesta quarta-feira (03), véspera do Dia da Independência dos Estados Unidos, combinando a voz melancólica de Lana Del Rey com a batida de trap de Quavo.

O single inédito veio acompanhado de um videoclipe romântico, onde os dois aparecem juntos em uma paisagem bucólica do interior do país. Eles aproveitam dias de sol, tocam violão, passeiam de carro e até treinam tiro.

O videoclipe foi dirigido pelos próprios artistas em parceria com Wyatt Spain Winfrey, conhecido por trabalhos com Migos, grupo de Quavo, e Rich The Kid.

Assista agora:


Há especulações de que “Tough” será incluída no próximo álbum country de Lana Del Rey, intitulado “Lasso”. No entanto, a cantora ainda não confirmou oficialmente essa informação.

Os Racionais MC’s planejam lançar um disco ainda em 2024. Venha conferir e saber mais.

Em uma entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o rapper Ice Blue, membro dos Racionais MC’s, compartilhou detalhes sobre o próximo álbum do grupo, atualmente em fase de gravação e com previsão de lançamento nas plataformas de streaming ainda em 2024.

Ice Blue mencionou que o disco provavelmente terá mais de 20 faixas, sendo o primeiro trabalho do grupo a contar com tantas participações especiais. Entre os artistas convidados estão nomes renomados como Seu Jorge, Hariel, Ed Motta, Criolo, Djonga e Falcão.

Questionado sobre a decisão de incluir tantos colaboradores, Blue afirmou que isso aconteceu de forma natural. Além disso, quatro videoclipes já foram gravados como parte do projeto. Segundo ele, esse método reflete uma abordagem contemporânea na produção musical, onde cada artista contribui com sua parte, colaborando de maneira integrada.

Em 2022, os Racionais MC’s tiveram sua história revisitada no documentário “Das Ruas de São Paulo pro Mundo”, produção exclusiva da Netflix que celebra os 30 anos de carreira do grupo. Dirigido por Juliana Vicente, o documentário se destacou como a 6ª produção mais assistida da plataforma globalmente, entre conteúdos não falados em inglês. Mano Brown, KL Jay, Ice Blue e Edi Rock guiaram a narrativa, revisitando marcos importantes de sua jornada desde as periferias até o reconhecimento internacional.


Seu trabalho mais recente em estúdio é o LP “Cores & Valores”, que chegou em 2014.